Clínica Ferraz | Cirurgia Plástica
18 de Janeiro

Em busca do abdome perfeito - Abdominoplastia ou Lipoaspiração?

Em busca do abdome perfeito - Abdominoplastia ou Lipoaspiração? Abdominoplastia e lipoaspiração são tipos de cirurgias plásticas relacionadas ao abdome para promover a contorno corporal perfeito. Mas você sabe qual a diferença entre estes procedimentos?
Compartilhe

Alguns pacientes procuram seu cirurgião plástico com a escolha do procedimento já definido. Comumente acontece a confusão entre os procedimentos de abdominoplastia e lipoaspiração, considerando que as únicas diferenças são relacionadas a benefícios e contra-indicações.

Entretanto, estas são cirurgias muito diferentes e a opção de escolha pode não ser sempre possível, pois, apresentam indicações completamente diferentes. Conheça as principais diferenças entre os procedimentos:

Lipoaspiração

A lipoaspiração é uma cirurgia plástica cuja finalidade é a remoção do acúmulo de gordura. Não ocorre neste procedimento a retirada de pele ou há manipulação da musculatura da região.

Apesar de envolver a retirada ou a aspiração de gordura, é importante saber que a lipoaspiração não é um procedimento cirúrgico indicado para o tratamento da obesidade. Pode sim ser considerado um complemento após emagrecimento, para melhorar o contorno corporal e promover uma silhueta mais elegante, removendo regiões com volumes de gordura.

Para o procedimento de lipoaspiração os volumes de gordura a serem aspirados não devem exceder 7 % do peso corporal em geral. Isso significa que uma pessoa com peso de 70 kg, não deve ter mais de 4,9 litros de gordura aspirados.

Não envolve grandes complicações, e pode ser indicado tanto para homens quanto para mulheres e é indicado normalmente para pacientes jovens, que não apresentam flacidez. As cicatrizes são muito pequenas e após o procedimento é exigido o uso de cintas de compressão. Drenagens linfáticas são indicadas para a obtenção dos melhores resultados.

Abdominoplastia

Quando falamos de abdominoplastia, então o procedimento envolve a retirada da pele e tecido adiposo em no abdome flácido. De uma forma mais simples a pele abaixo do umbigo é esticada e o excesso é retirado.

É indicada para casos de flacidez abdominal sem excesso de gordura e envolve a musculatura do abdome, que pode ser reaproximada para promover a firmeza da região.

Tem como indicação pacientes que já ficaram grávidas, que perderam muito peso drasticamente e não recuperaram a elasticidade natural e sofrem com a flacidez da região.

Normalmente a anestesia é peridural ou anestesia geral e é caracterizado como um procedimento mais invasivo. A cicatriz é maior, de acordo com o tamanho da região tratada.

Cuidados

Ambos os procedimentos são semelhantes quando se fala de procedimentos pré e pós-operatórios. Geralmente são necessários dois meses de limitações quanto à exposição do sol, prática de exercícios físicos, por exemplo.

Riscos de trombose e embolia pulmonar são existentes, e estão por vezes mais relacionados com a abdominoplastia, mas, quando os cuidados pós-operatórios forem seguidos de forma adequada o risco de complicações é minimizado.

Avaliação clínica para definição do procedimento

A orientação quanto a melhor técnica a ser utilizada depende do caso clínico de cada paciente, das expectativas e da definição do cirurgião clínico. Depende muito se o paciente apresenta um abdome flácido ou somente um depósito de gordura.

Podem existir situações em que o médico poderá indicar a lipoabdominoplastia. Como o próprio nome já diz, envolve a união dos dois procedimentos removendo gordura e flacidez. Todas estas definições dependem de cada caso e de cada paciente.

Se tiver gostado do texto, deixe seu comentário e compartilhe a sua experiência com outras pessoas.